sexta-feira, setembro 29, 2006

Quando é hora de recuar



Tem coisas pelas quais vale a pena lutar, correr atrás, perseguir indubitavelmente. Justiça, respeito, ética, melhores condições de vida –para si próprio e para os outros— e trabalho são algumas delas.

Em geral, somos incitados a perseguir nossos objetivos desde criança. Não desistir da escola, do curso de línguas, das aulas de ginástica, judô, natação, dos horários do antibiótico, do tratamento homeopático e por aí vai.
Eu sempre fui criada assim e sempre tive metas. Aos oito anos de idade, decidi que seria jornalista –lembro-me do dia e da sensação. Eu estava na área de casa sentada com minha cachorra, Teka. Foi absolutamente claro pra mim como seria a vida. Eu deveria estudar e nunca desistir. Treze anos depois, eu tinha o meu diploma.

Houve outras coisas pelas quais eu insisti quando deveria ter deixado para trás. E hoje aprendi que aprender a administrar frustações –e isso inclui assumir a condição de derrota, em alguns momentos— importa tanto quanto comemorar vitórias.

Não dá para sofrer quando alguém não quer te ver mais. Quando aquele(a) amigo(a) querido(a) não liga mais. Quando se manda um telegrama urgente com pedido de resposta que nunca chegará. Não vale a pena insistir em um trabalho impossível. Em um amor invariavelmente (porque às vezes é possível conquistá-lo, sim) unilateral.

Contrariando todos os livros de auto-ajuda, é preciso saber a hora de voltar ou de ir embora. E isso não é derrota, meus amigos. É sabedoria.

7 comentários:

Nathanne disse...

Concordo com suas palavras. Na vida a gente deve sonhar,perseguir metas, lutar, mas também aceitar derrotas, frustações e recuar. Isso se chama maturidade e infelizmente ninguém nasce com ela.

Beijo!

Stela disse...

Pois é. Aceitar perder é parte dela, né não?
Bjo

lesmouches disse...

stelita, ando te procurando no orkut e não acho! apareça!!!

Carlos disse...

Concordo com você. Na vida é preciso saber a hora de largar e a hora de correr atrás. Com o tempo e os erros que cometemos, vamos melhorando as nossas escolhas. bjs...

Denise disse...

Faz tempo q não passo por aqui...mas tb faz tempo q vc não atualiza...setembro....já estamos à caminho de dezembro.
Isso me lembra natal...fiquei deprimida =/

Bjks

Clarissa Morena disse...

Amei isso...caiu como luva pra mim...

Stela disse...

Que bom, Clarissa! A gente tem que saber a hora da batalha e do recuo. Isso chama-se estratégia! Beijo. Volte sempre.
Stela